domingo, 13 de novembro de 2011

Minha dupla está ficando mais velha!

Se Deus chegasse, um dia, e falasse assim:

- "Preciso de alguém que aceite cuidar de dois seres, feitos de carne e de osso, muito coração e, no início, pouco cérebro. Essas criaturas serão doces e frágeis, farão alguma sujeira e muita bagunça. Precisarão de atenção constante e cuidado permanente. Crescerão muito rápido, no mesmo ritmo em que chegarão a rebeldia e os questinamentos. Nada muito sério, mas pode ser um pouco irritante. Tem que ter calma, mas pulso firme, senão desanda. É importante saber que haverá  conversas, risos, carinho e descobertas. Mas acompanham choros, cara amarrada, preocupação e uma dose caprichada de corpo mole. Muita beleza, muita graça, muita cumplicidade.
Preciso de alguém que queira tanto bem que, às vezes, sentirá falta de ar.
Preciso de alguém totalmente disposta a se entregar e a aprender a conhecer tanto a timidez quanto a confiança; a inteligência e o talento, a ironia e até o mau humor.
Preciso de alguém que queira conviver com o inesperado - e goste disso.
Preciso de alguém que queira  amar profundamente."

Aí, adivinha quem entraria primeiro na fila? E  duas vezes!
 Parabém filhotes!

2 comentários:

  1. Parabens mesmo, como cresceram e me surpreendem a cada dia. Que Deus abencoe essa dupla dinamica e tb abencoe seus pais, para que possam auxiliar e poderem testemunhar o sucesso deles!!!! Bjao da titia

    ResponderExcluir
  2. Que crianças lindas!!!!
    Mandando daqui GOOD VIBRATIONS!!!!

    ResponderExcluir