domingo, 11 de novembro de 2012

Eram treze



Um lado meu tem treze pedaços. Ai de quem pensa que é meu azar. Cresci com eles, enchendo a minha boca de sorrisos e meu coração de orgulho. Alguns desses pedaços viraram “pedaços sombrios”, pois não estão mais ao alcance da minha voz, dos meus beijos e dos meus abraços. Mas a sombra é bela. Tem as cores do arco-íris.

 O pedaço Fábio é a razão desse blog semi-abandonado. O sombração (piada interna, um dia eu conto)
 O pedaço Walter me faz lembrar de jambo, de compromisso, de responsabilidade, de um baixinho querido misturando lágrimas e sorrisos. Sombramorosa.
 O pedaço Iris me chama de “nega”, me mostra mil revistas italianas, oferece a casa para as melhores festas do mundo. Sombrapego.
 O pedaço Carlito tem a voz alta, cultura exalando pelos poros, preguiça de beijos e um andar (quase) só seu. Sombraqueromais.
 O pedaço Rúbio vem com cartas de baralho, espirituoso e musical. Paciência e uma perna curtas. Sombracanção.
 O pedaço Walkyria, a bela, conta as melhores estórias, solta as melhores risadas e tem o cheiro do carinho. Sombraconchego.
 O pedaço Neuza é uma voz linda. É dinâmica e bondosa. Me abraça com tanta doçura e me conta segredinhos risonhos. É sombraluz.
 O pedaço Ismênia é surpreendente. Tem as mãos que sempre ajudam, a fantasia pronta e quer dançar. Não é sombra, brilha ainda em minha vida.
 O pedaço Tiziu é misto de timidez e simpatia. Doa a própria presença nos natais e me faz lembrar de um armário cheio de “Seleções”. Muito longe de ser sombra, é alvura a ironizar o nome.
 O pedaço Vera percorreu o mundo e trouxe um pouco de cada lugar. Arrastou hordas de pretendentes, mas tem um recado: “Sou minha”. Enquanto isso, doa-se aos irmãos, aos sobrinhos... Que sombra, que nada.
 O pedaço Maurício é o que conta casos e está sempre: do lado, perto, presente. Me faz lembrar da risada rouca e de um prato de arroz com ovo e tomate (meu sonho nos momentos famintos). Longe de ser sombra!
 O pedaço Maria Virginia é suave. É carinho. É alegria. É tão bom! É pura claridade e amor infinito!

 O pedaço Renato é sombra, agora. Muito recente sombra, é transparência dos seus vidros e firmeza dos seus valores. Rígido nas decisões, flexível no coração. Te agradeço tanto! Você me fez querer escrever de novo. Queria poder te entregar uns versos e agora não tem mais jeito. Mas vou treinar para o nosso reencontro. Com pandeiro, com gaita e tamborim. Vamos fazer um samba. Vamos rir juntos, tenho certeza. E cantar as canções que não terminam e viver o amor que não acaba. Prometo!

 (A foto que ilustra o post, foi uma cortesia da irmãzinha Adriana e eu agradeço!)

12 comentários:

  1. Ate que enfim saiu mais escrita nesse blog!!! Lindas palavras, consegue nos fazer sentir cada um deles. Bjo e obrigada por esse presente.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Flavia, prima querida! Hoje sei o quanto me fez falta a convivência com esta parte tão poderosa e numerosa da família, dos 13 tive a honra de conviver na infância e ainda hoje falo pouco, bem menos do que gostaria com a Tia Vera a viajante do planeta, enfim... Quero deixar aqui meus sentimentos por todos que se encontram hoje na festa do céu ao lado de muitos outros queridos e espero encontrar os que ainda estão por esta terra breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Márcia! Espero, em breve, nos encontremos para festejar a vida, a família, os amigos!

      Excluir
  4. O prima querida, o meu pai te amava muito e você sempre nos emociona com suas palavras bem escritas e bem lembradas. Beijão e obrigado pelo carinho das palavras.

    ResponderExcluir
  5. Como eu só fui descobrir esse blog agora? -_-'
    Tive que copiar e salvar aqui no pc .. lindo de mais ..
    Não abandone o blog continue escrevendo ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só, Robinho: Obrigada por descobrir o blog. Obrigada por ler o blog... e salvar o blog no seu pc... e por me incentivar a continuar escrevendo. É bom demais saber que tem eco!

      Excluir
    2. Olha só, Robinho: Obrigada por descobrir o blog. Obrigada por ler o blog... e salvar o blog no seu pc... e por me incentivar a continuar escrevendo. É bom demais saber que tem eco!

      Excluir
  6. Muito lindo.Você conseguiu tirar a foto mais perfeita de todos com suas palavras.Acredito que suas palavras podem ser de todos os que conheceram ou conviveram um pouco que seja com eles,um retrato mais que fiel,com lembranças que nos marcam.Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Agora ja pode tirar a observaçao, nao falta ninguem.
    E a proposito, de nada! Bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da uma olhadinha lá em baixo, entre parênteses. hehehe "Malagradecida", nunca!

      Excluir