quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O Novo




Em 2013 ela estará disponível para os abraços, para as mãos oferecidas e para A Ventura em construção. A primeira luz do novo ano iluminará seu peito aberto. Suportará com a mente ávida (envoltório do corpo pronto a experimentar atitudes inéditas) os sentimentos – até então, apenas vislumbrados. Seu olhar, amigo de inaugurar paisagens, guiará sua boca, A Devoradora, rumo às novidades da vida, mãe de todas as possibilidades. Nascerá junto com o ano e aprenderá, a qualquer custo, a repelir os preconceitos e os vícios do passado: acalentará apenas as lembranças às quais puder ser grata. Ela acredita que nenhum ano traz o novo, senão aquele que ela puder ser. Na verdade, ela nem precisa esperar o ano novo chegar. Ela já começou a ser O Novo e o ano, se quiser, a acompanhe.

Só pra constar: Ela está na maior empolgação!

Imagem: http://maria-mole.com/blog/

Nenhum comentário:

Postar um comentário