sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Femina







Eu lhe trago essa bagagem.
Ela não é sua, mas você terá que carregá-la todos os dias da sua vida.
Também não lhe foi dada qualquer oportunidade de se manifestar a respeito.
O conteúdo não tem o seu tamanho nem suas cores prediletas, mas você terá de usá-lo e, obrigatoriamente, ficar bela .
Você cantará no meu tom, mesmo que seja soprano e eu, tenor.
Sempre ouça o que eu digo e obedeça: é o papel que eu criei para você desempenhar.
De preferência, acredite em tudo que eu estabelecer. Mas não tem problema se não acreditar. Basta obedecer.
Pense bem baixinho para eu não escutar.
Caso fale, traduza suas palavras para o meu idioma.
Você tem que olhar o tempo todo para cima e cuidar para que seus joelhos não fiquem com as manchas muito aparentes. Só o suficiente para mostrar a posição que eu exijo que você assuma.
Engome caprichosamente as rendas que envolvem seus braceletes especiais.
Não se esqueça de cronometrar seu riso e controlar o volume da sua voz. É de bom tom ser discreta.
Decore a lista dos prazeres permitidos. É fácil, já que são tão poucos. 
Não queira ser vadia e vulgar.
Não se preocupe: Isso tudo dura apenas enquanto o seu prazo de validade não tiver vencido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário