domingo, 26 de setembro de 2010

Para aprender a tolerar os erros



Eu já fui assim!
Que coisa, heim?
Na época, ser "fofinha" era mais que recomendável, era exigência. Hoje, eu e a balança estamos "de mal". Eu a ignoro na maioria dos dias. Quando não consigo ignorar, eu a ofendo um tantão. De qualquer forma, ela retruca na hora e é de uma sinceridade cruel: gorda! Fazer o quê?
A resposta mais óbvia: dieta, é claro!
Mas será que estou disposta a enfrentar esse sacrifício? Dos tantos que já diariamente faço, esse, talvez, seja o mais doloroso. Já faz mais de seis anos que eu parei de fumar. E eu asseguro que foi dificílimo. Se privar de algo prazeroso é um inferno! Eu tinha prazer em fumar. E adoro comer. E como de tudo, com entusiasmo, afinal, sou filha de quem, mesmo? Sei que preciso aprender a controlar as quantidades. Mas, talvez, o que mais me faça mal seja a ansiedade. Essa é a minha pior companhia. Cobranças diárias e ininterruptas por um ideal, que sei, é inacessível. Ninguém pode se cobrar tanto e ser saudável. Tenho que aprender a respeitar meus limites. E parar de sentir culpa. E aceitar as falhas. E suportar as críticas. Ter consciência disso é o primeiro passo, espero. Dedos cruzados, posição de iôga (como se eu aguentasse),respirar fundo e repetir o mantra: eu consigo, eu posso, eu tenho a forçaaaa!
Acho que é um bom começo.

Foto: minha mesmo, uai!

P.S.: Por mais de uma semana o blog ficou com um erro: Em vez de Fernanda, eu escrevi Fernada... e ninguém corrigiu! Que vergonha!!!! É só clicar no comentários e deixar um recadinho. Conto com vocês.

2 comentários:

  1. E pra começar, pare de se cobrar tanto...ninguem é perfeito...vc é linda desse jeito, meio fofinha, muito espirituosa e muito guerreira!!! te admiro demais, Favrinha!!!! E quanto à correção, eu li o assunto, mas nem prestei atenção a erros...estou desacostumada em corrigir...esqueci completamente...hehehehe

    ResponderExcluir
  2. Engraçado é que eu postei um comentário na semana passada e ele sumiu!!!!

    ResponderExcluir