sábado, 11 de setembro de 2010

Poesia de Alto Nível


O Cume...

"No alto daquele cume
Plantei uma roseira
O vento no cume bate
A rosa no cume cheira.

Quando cai a chuva fina
Salpicos no cume caem
Formigas no cume entram
Abelhas do cume saem.

Quanto cai a chuva grossa
A água do cume desce
O barro do cume escorre
O mato no cume cresce.

Quando cessa a chuva
No cume volta a alegria
Pois torna a brilhar de novo
O sol que no cume ardia!"


Poesia, achei no: Receitas Uruguai-Brasil (http://www.rubr.com.br/)
Foto: na internet e não consegui identificar o autor.


Para quem gosta de artesanato:Visitem o Mari Artes e Família e participem do sorteio:

Um comentário: