domingo, 15 de agosto de 2010

Giovana



Por que?
Por que eu sonho tanto com você?
Por que eu acho que falhei em ser amiga?
Por que admirava tanto e procurava tão pouco?
Que falta é essa que eu sinto se, quando você ainda era acessível, eu mal via?
As dúvidas são muitas e as certezas também.
A certeza de que foi você quem me mostrou um lado "fun" da vida. Foi você quem me mostrou que se pode agradar sem fazer esforço algum. E foi você quem me ensinou o significado da palavra espontaneidade.
Também é seu o crédito pela minha inserção nas noites dançantes. E pela descoberta de um certo charme - insuspeito.
Como ser leve e resistente? Você me revelou. Assim como ser jovial, animada, atenciosa, generosa.
Como, tão diferentes, pudemos ser tão próximas?
Deve ser essa a persposta - ou a resgunta.
Mas você foi também a autora da maior e pior forma de me surpreender:
Tão cedo, tão incompreensivel e dolorosamente...
...E eu, gostava ainda gosto tanto de você!






Crédito da foto: Ricardo Aluotto
Vídeo: (http://www.youtube.com/watch?v=oiMB_6fSRn0)

Nenhum comentário:

Postar um comentário