sábado, 6 de fevereiro de 2010

Gororoba





Para quem tinha a vocação de contar histórias, a tampa encontrava o seu balaio: Ouvir o Papai contando tanto caso, acontecido ou inventado (ninguém tinha certeza), era uma delícia. Uma puxava outra e o tempo passava sem a gente sentir. Ele tinha a capacidade de dar uma volta no quarteirão e chegar contando uma novidade, um acontecido, uma piada. Desde sempre era a minha maior diversão. Tenho certeza que veio daí a minha paixão pela leitura.
Que privilégio ter tido a oportunidade de, toda noite, empoleirada na cama, ouvir histórias e aventuras mirabolantes, emocionantes, engraçadas, misturadas, ... meu 'Sherazado' exclusivo! Ele era brincalhão e vivia inventando moda.
Nós tínhamos a mania de brincar de charadas:

_ Um animal, na torre da igreja, está doente. 2 e 2.
_ Hum.... Não sei.
_ Um animal: tatu (2 sílabas). Na torre da igreja: sino (2 sílabas). Está doente: 'Tatussino' (tá tossindo)
_ Assim não vale!


_ Fala mal, o filho do Couto. Mas não é ele, é o outro. 2 e 3.
_ Deixa eu ver... Desisto! (1 hora depois).
_ Fala mal: gago (2 sílabas). O filho do Couto: Coutinho (3 sílabas).
_ ????
_ Sacadura Cabral.
_ ?????????

Fábio é Cultura: Gago Coutinho e Sacadura Cabral foram aviadores portugueses muito famosos que fizeram a primeira travessia, de avião, do Atlântico Sul (Lisboa-Rio de Janeiro)
.


_ Está com raiva. Está na escrita. É um animal feroz. 2 e 2.
_ Nem ideia...
_ Está com raiva: brabo. Está na escrita: letra. Animal feroz: braboletra


Quem quiser, colabore com outras porque o caso aqui é da época em que ele serviu no Exército.
Ele contava mil casos de lá. Adorou essa época e se lembrava até dos números de inscrição dele e dos seus companheiros (e jogava esses números no jogo do bicho).

Recruta Fábio

Ele detestava a comida do quartel. A Tia Vera, sua irmã, então uma adolescente, levava marmita para ele.
Um dia, no bonde, se sentou perto de um oficial que, perto daquela belezura, foi logo puxando assunto:
_ Pra onde está indo, mocinha?
_ Vou levar comida para o meu irmão, no quartel.
_ Quem é o seu irmão? Será que eu conheço?
_ Não sei, é o Fábio Tunes.
_ E por quê ele não come lá?
_ Ele falou que a comida é horrível. Que lá é a maior porcaria. Tem até rato no feijão!
_ Puxa! Que coisa, heim?

Mais tarde, o Papai é chamado na sala do Capitão.
_ Soldado Tunes!!!
_ Pronto, Capitão!
_ Quer dizer que a comida aqui não presta, é? Que tem até rato boiando no feijão?
_ Sssó um camundonguinho deeeeesse tamanhinho!!

Foto: Acervo pessoal.

2 comentários: