sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Futebol, Claro!



Paixão é paixão. Por isso não há explicação ou justificativa. Parece que para algumas pessoas apaixonar-se necessita exclusividade. Não para o Papai. Tinha várias paixões. Era mesmo exagerado!
Pescaria, festa e viagem, já falei.
Queijo, subentende-se do título do blog.
Pimenta, sempre, todas e até com queijo!
Cerveja, precisa falar?
Esportes, em geral, assistia tudo: olimpíada, campeonato de pôquer, purrinha, sinuca e cuspe a distância.
E futebol. Tinha uma memória! Lembrava quem cobrou o 5º lateral do 2º jogo do campeonato municipal de 1956 de ... Nova lima. Dá para perceber?
É claro que com aquela pança já deixara de jogar a muito tempo (mas mesmo com a pança foi jogar em Glaura e deu um bicudo no chão que arrancou a sua linda unha do dedão - mas isso eu conto em outra oportunidade... chegaremos lá).
Na juventude, saía com a chuteira debaixo do braço e a vizinhança perguntava:
"Onde vai ser a briga hoje, Fábio"?
Foi numa dessa que aconteceu o caso que segue.


Juiz Imparcial

Num desses jogos de várzea, naquela época em que Belo Horizonte ainda não tinha sido toda confeitada de concreto, o mando de campo era do adversário ... assim como o juiz.
A peleja estava duríssima e numa jogada de mestre o 'center half' foi à linha de fundo, fez um cruzamento preciso e o artilheiro marcou um golaço.
O Juiz, então, apita e anula o gol:
_ tsc, tsc, tsc, tsc. Não valeu. Quem tem que cruzar é o ponta!
Vai entender...

Foto: Acervo pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário