quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Rajá e a Parecença





Quando criança, o Papai e os irmãos tiveram um cachorro chamado Rajá. Ele contava que o Rajá era enorme e metia medo de verdade. Tanto é que um dia, um amigo estava sentado perto do portão, todo tranquilo, quando o Rajá chegou por trás e deu um latido tão apavorante que o menino ficou gago!
De uma outra oportunidade, o tio Walter e o tio Carlito, que eram incrivelmente parecidos, tiraram uma fotografia, cada um de um lado do Rajá. Quando o tio Walter mostrou a foto para um colega, este estranhou: "Como é que você conseguiu tirar a foto dos dois lados"? Hoje, com o photoshop, ninguém se surpreenderia.
Por falar em semelhança, são vários os casos em que o tio Walter e o Tio Carlito eram confundidos.
Um da vezes o tio Carlito estava no ônibus e um camarada falou com ele: "Paga a minha passagem aí". Ele pagou, era muito gente boa. Esse mesmo cara, alguns minutos depois, chegou à Neon Lux e ao ver o tio Walter, se assustou:
_ Como é que você chegou aqui antes de mim?
O tio Walter:
_ Cheguei faz mais de uma hora!
_ Como assim? Você acabou de pagar minha passagem no ônibus!

Outra ocasião, a mesma coisa, porém, em vez de passagem, foi uma cerveja que o tio Carlito pagou para um amigo do tio Walter.

Mais um caso:
Um belo dia, na rua Silviano Brandão, um amigo cumprimenta o tio Walter:
_ Oi, Carlito! Tudo bem?
_ Me desculpe, mas não sou o Carlito. sou o irmão dele, o Walter.
_ Oh! Me desculpe, você. Confundi.
No outro dia:
_ Oi, Carlito! Puxa, ontem eu dei a maior manota. Cumprimentei seu irmão pensando que fosse você.
_ Continua dando. Eu sou o Walter, de novo!

As fisionomias dos irmãos, e até de irmãs, sempre foram muito semelhantes. Certa vez, a tia Neuza estava em um ônibus quando um outro ônibus emparelhou com o dela. Ao ver a sua imagem refletida na janela, por causa do sol, seu primeiro pensamento foi: "O que é que o Fábio está fazendo aqui"? É que ela estava em Santa Luzia, onde mora faz muitos anos.

O Tio Renato e o Papai também eram constantemente confundidos. Já estavam tão acostumados que às vezes nem corrigiam a pessoa equivocada.

Foto: (http://cinfaes.olx.pt/dogue-alemao-arlequim-para-cobricao-iid-31916409)

Nenhum comentário:

Postar um comentário